Descrição

Direito ao Quinhão que a Insolvente possui na Herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, composto por:
- 31 Prédios Rústicos de pinhal, mato, árvores de fruto, pastagem, vinha e cultura
 

Negociação Particular

Valor mínimo

108.772,21€

Ref.

471/19.1T8SEI _1

Verbas

31 (Ver verbas)

Pedir mais informações

Verba 1

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra e pinhal - com a área total de 8000 m2 - sito em Girabolhos. Confronta a norte com António Lameiras, a nascente com Salvador da Cruz, a sul com herdeiros de José de Oliveira e a poente com Joaquim Marques Seabra. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 912/20070709, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 3501, da freguesia de Girabolhos, concelho de Seia.

Verba 2

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra e pinhal e pastagem - com a área total de 27789 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte e poente com caminho, a nascente com António Nunes Moura, a sul com Rui Rocha Santos. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 1446/19980717, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 622, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 3

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de cultura e pastagem com oliveiras - com a área total de 12004 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com Estrada Nacional, a nascente com Amândio Simões, a sul com Lurdes Correia da Silva e a poente com Manuel Henriques Pais. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 1447/19980717, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 728, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 4

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de pinhal - com a área total de 2560 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com Estrada Nacional, a nascente, poente e sul com herdeiros de Lucas da Rocha Santos. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 1450/19980717, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 772, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 5

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de pinhal - com a área total de 11340 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com caminho, a nascente com José Figueiredo, a sul com José Moreira e a poente com Adelaide Gonçalves. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 1445/19980717, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 1400, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 6

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – pinhal - com a área total de 606 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte e a nascente com João de Almeida Ferreira, a sul e a poente com herdeiros de Manuel Correia. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 314/19880622, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 1864, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 7

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de cultura e pinhal com oliveiras - com a área total de 2280 m2 - sito em Paranhos. Confronta a nascente com herdeiros de Albano Pais, a poente com João de Almeida Ferreira, a norte com o caminho e a sul com herdeiros de Francisco Ramos. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 315/19880622, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 1866, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 8

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de pinhal e pastagem - com a área total de 25420 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com Palmira Mendes, a nascente com ribeira, a sul e poente com Luís Sousa Lara. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 2269/20070709, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 2992, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 9

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de pinhal - com a área total de 1800 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte, a nascente e poente com José Rodrigues Costa e a sul com Beatriz Coelho e Silva. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 2270/20070709, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 3052, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 10

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de cultura, pinhal, pastagem e vinha de cordão - com a área total de 14010 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com José da Costa, a nascente com Beatriz Coelho e Silva, a sul com caminho e a poente com António de Sousa. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 2271/20070709, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 3053, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 11

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de pinhal - com a área total de 11700 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com caminho, a nascente, sul e poente com José Marques Seabra. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 2272/20070709, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 3079, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 12

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de pinhal - com a área total de 2000 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte e nascente com Joaquim Marques Seabra, a sul com António Augusto Pais e a poente com herdeiros de António Figueiredo e Silva. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 2273/20070709, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 3087, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 13

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de pinhal - com a área total de 20514 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com herdeiros de Maria Cândia da Rocha, a nascente com herdeiros de António Figueiredo e Silva, a sul com António Martins Ferreira e a poente com Luis Sousa Lara. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 2274/20070709, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 3104, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 14

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de pastagem com oliveiras - com a área total de 408 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com Braúlio da Silva Amaral, a nascente com José Figueiredo Júnior, a sul com Manuel Pais Gaspar e a poente com Armando Pinto Coelho. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 2275/20070709, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 3127, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 15

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de cultura, pinhal e pastagem, com vinha de cordão - com a área total de 21692 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com Henrique Pais Gaspar, a nascente com caminho, a sul e poente com António Nunes de Moura. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 2276/20070709, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 3131, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 16

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de cultura, pastagem e oliveiras - com a área total de 730 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com Deolinda Lopes do Amaral, a nascente com Amélia Lopes da Silva, a sul com Palmira Mendes da Silva e a poente com Sebastião Figueiredo. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 2277/20070709, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 3423, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 17

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de pastagem e oliveiras - com a área total de 130 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com Sebastião Dias, a nascente com Amélia Lopes da Silva, a sul com José Marques da Silva e a poente com Abel Rodrigues da Silva. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 2278/20070709, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 3429, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 18

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de pastagem com oliveiras - com a área total de 2575 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com Amélia Lopes da Silva, a nascente com José Marques da Silva, a sul com António Figueiredo e a poente com António Nunes de Moura. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 2279/20070709, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 3439, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 19

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de cultura, pinhal e pastagem com figueiras e vinho em cordão - com a área total de 36930 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com o caminho, a nascente com António Salema de Moura, a sul com Rui da Rocha Santos e a poente com a estrada. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 1444/19980717, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 3794, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 20

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de pinhal e pastagem - com a área total de 2360 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com Maria Augusta Pais Henriques, a nascente e a sul com António Pais Vicente Cardoso e a poente com Joaquim Marques Seabra. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 2280/20070709, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 3945, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 21

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de pinhal e pastagem com oliveiras - com a área total de 1410 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com Ulisses Martins dos Santos, a nascente com herdeiros de Francisco Lopes Ferreira, a sul e a poente com o caminho. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 1448/19980717, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 3949, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 22

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de pinhal e pastagem - com a área total de 1475 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com Adelino Alves Dinis, a nascente com herdeiros de José Amaral, a sul com o caminho e a poente com herdeiros de Francisco Lopes Ferreira. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 1449/19980717, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 3951, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 23

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de cultura, pinhal e pastagem - com a área total de 36930 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com Diamantino de Almeida Silva, a sul com a estrada, a nascente com terreno de Santa Eufémia e a poente com o caminho. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 3041/20130829, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 4073, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 24

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de pinhal e pastagem - com a área total de 15750 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte e sul com herdeiros de Adriano Bernardo e outros, a nascente com Ana da Cruz Almeida e a poente com herdeiros de Francisco Lopes da Silva. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 1455/19980717, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 4199, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 25

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de pinhal - com a área total de 2500 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com herdeiros de Francisco Henriques de Almeida, a nascente com Francisco Ferreira da Silva e outros, a sul com Adriano Bernardo e outros e a poente com Amélia Lopes da Silva. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 1454/19980717, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 5178, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 26

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra regadia e centeeira com videiras e árvores de fruto - com a área total de 10000 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com Emília Alves Ferreira, a nascente e a sul com Maria Pureza Henriques e a poente com António Almeida Ferreira. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 1456/19980717, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 5217, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 27

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de milho e centeeira com mato e pinhal e casa de campo - com a área total de 20000 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com o ribeiro, a sul com a estrada nacional 231 e caminho publico, a nascente com herdeiros de Lucas Rocha Santos e a poente com herdeiros de P. Francisco Rocha Santos e outros. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 3040/20130829, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 5218, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 28

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de pinhal - com a área total de 4500 m2 - sito em Paranhos. Confronta a norte com José Gomes Lopes, a Nascente com herdeiros de Óscar Henriques Coelho, a sul com herdeiros de José Costa Greitas e a poente com José Marques de Carvalho e outros. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 1457/19980717, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 5219, da freguesia de Paranhos, concelho de Seia.

Verba 29

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – terra de mato - com a área total de 2800 m2 - sito em Tourais. Confronta a norte com António Rodrigues Ferreira, a nascente e sul com o caminho e a poente com Carlos Almeida Borges. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Seia sob o nº 2605/20070709, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 5640, da União das Freguesias de Tourais e Lajes (teve origem no artigo nº 4475 da extinta freguesia de Tourais),  concelho de Seia.

Verba 30

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – cultura arvense, oliveiras, leito de curso de água - com a área total de 20520 m2 - sito em Sapataria. Confronta a norte com Maria José Pereira Caldas, a sul com Joaquim Casimiro Batalha, a nascente como rio e a poente com caminho de ferro. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Sobral de Monte Agraço sob o nº 1733/19990212, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 46, secção: F, da freguesia de Sapataria, concelho de Sobral de Monte Agraço.

Verba 31

Direito ao quinhão que a Insolvente tem na herança do marido Joaquim Beirão Homem Ferreira, relativo ao Prédio Rústico – mato, vinha, árvores de fruto, horta - com a área total de 154120 m2 - sito em Sapataria. Confronta a norte com Maria Susana Caldas Lopes Figueiral, a sul com Jaime Isidoro Botelho e Cecília Jesus Ferreira e a nascente com o caminho de ferro. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Sobral de Monte Agraço sob o nº 1734/19990212, e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo n.º 47, secção: F, da freguesia de Sapataria, concelho de Sobral de Monte Agraço.

WhatsApp Logo
Utilizamos cookies próprios e de terceiros para lhe oferecer uma melhor experiência e serviço. Para saber que cookies usamos e como os desativar, leia a política de cookies. Ao ignorar ou fechar esta mensagem, e exceto se tiver desativado as cookies, está a concordar com o seu uso neste dispositivo.